publicado em 12 de Novembro de 2019 às 19:24 - Notícias

Sofrendo ameaças, servidores do Hospital Regional de Campo Grande pedem socorro e realizam protesto na AL-MS

Ricardo Bueno na AL-MS

A mobilização dos servidores da saúde, vinculados ao HR-MS ocorreu na manhã de hoje (12) e foi recheada de situações adversas.

Diretores do SintssMS receberam várias ligações de funcionários do hospital que alegavam estar sendo coagidos pela administração, para não participarem do protesto na AL-MS, convocado para esta manhã.

O protesto foi a forma de luta encontrada pelos funcionários para dar um basta na crise do HR-MS, esta deliberação foi definida no último dia 8 de novembro em assembleia da categoria.

Ainda assim, dezenas de trabalhadores estiveram presentes na Assembleia Legislativa e sua presença contribuiu para que a categoria pudesse ter o direito de fala naquela casa de leis.

Na oportunidade, Ricardo Bueno, Presidente do SintssMS, fez uso da tribuna da Assembleia Legislativa, tendo assim a oportunidade de apresentar a situação dos funcionários do HR-MS, alvo de críticas por parte da população, em virtude da crise que vive o Hospital Regional de Campo Grande.

Diante da gravidade da situação, a mobilização da categoria denunciou esta situação e visava também buscar apoio dos parlamentares estaduais.

Durante a sua fala, Ricardo Bueno, solicitou o apoio dos Deputados Estaduais, para ajudarem a mediar um diálogo com o Governo do Estado. 

Os Deputados Pedro Kemp e Coronel David, foram autores do pedido, para que Ricardo Bueno pudesse usar da tribuna naquela casa de leis, nesta manhã.


Crise

A situação dos funcionários anda insuportável e os servidores estão pedindo socorro, uma vez que estes vem sendo alvo de tensões no atendimento à população, quando faltam remédios e/ou outros insumos para o seu trabalho.

O SintssMS vem denunciando que o HR-MS sofre com falta de medicamentos e insumos, isso reflete na qualidade do trabalho dos servidores e a população acaba vendo a culpa no servidor, neste sentido muitos funcionários já relataram estarem sendo agredidos em seu local de trabalho, este fato gerou a realização de uma assembleia geral da categoria no último dia 8.

Os servidores aguardam os resultados de uma possível mediação com o governo do estado, após esta manifestação.

Escrito por: Sérgio Souza Júnior AsCom SintssMS


    Arquivo(s) para baixar
    Conteúdo Relacionado
    Sindicato dos Trabalhadores em Seguridade Social de Mato Grosso do Sul
    Rua da Abolição nº 108, Bairro Taquarussú, Campo Grande-MS - 79006-070, Telefone: (67)-3384-5608 - email:sintssms@sintssms.org.br
    Todos os direitos reservados a “sintssms” - Desenvolvido por Avalue Sistemas